Tente sentar mais cedo para escrever. Tente escrever no fim do dia.

Não gosto desse tipo de texto que assume o fracasso falando: "não consigo escrever no blog". Porque a cada vez que vou escrever, de meses em meses, sou tentada a escrever um texto assim: não consigo escrever no blog. Mas acho que nessa altura do campeonato, posso admitir pelo menos uma vez em público: estou com dificuldade de escrever no blog.

Esse bixo parece assustador.

Mas.. Ah! Eu quero tanto! E minha vontade é teimosa. Quero enfrentar o orgulho, tentar ainda, e assim me abrir para fracassar em mais uma coisa.

Bom dessa vez tenho uma estratégia para voltar a escrever: escrever todas segundas, quartas e sexta-feiras. Também criei uma coleção: Ideias p/Postar. Assim quando eu sentar para escrever, já tenho uma boa lista de referencia, que coleto aleatoriamente durante o dia no meu bloco de notas. Definir dias ajuda porque nesses dias me cobrarei mais do que normalmente, e também forçarei uma abertura na minha rotina.

Outra atitude que tomei para enfrentar essa dificuldade, foi passar os últimos dias pesquisando e lendo blog de artistas e escritores. Um que eu gostava muito, da quadrinista Julia Wertz, está vergonhosamente desatualizado. Os que mais estão me inspirando no momento são o do Neil Gaiman, e o do George R.R. Martin (isso mesmo, o autor do de Game Of Thrones). Os dois atualizam de forma bem diário mesmo, eu acho isso ótimo! É o que eu quero fazer aqui também. Eu sei que esse tipo de escrita pode não interessar a ninguém, mas é o que animo fazer. E eu realmente preciso fazer algo que me anime, senão nunca voltarei a ter um diário virtual, eu acho. O que também não seria de todo mal para a humanidade, de qualquer forma.

08/08 - Aquarela e nanquim sobre papel.

Foi assim: eu esbarrei, não sei como, com esse movimento chamado "Daily Painting", encabeçado pela pintora Carol Marine, e fiquei obcecada com a ideia! Li o livro dela animadíssima, mas na época estava viajando e morando num motorhome, sem meu material de pintura e querendo curtir a viagem -- enquanto ainda registrava tudo num diário, para desenhar depois. Ou seja, não tinha condições de fazer parte do movimento e deixei para entrar quando voltasse para o Brasil. Mas desde que cheguei (final de maio), estou tentando, tentando e nada. Talvez porque eu comecei a escrever uma novela gráfica... Mas sempre existe uma desculpa se você permitir.

A ideia do "Daily Painting" é fazer uma pintura, bem pequena e simples, todos os dias. Sem grandes pretensões, a não ser manter o exercício da pintura fluindo. Definitivamente, esse mês não vou conseguir pintar com acrílica e óleo, porque estou trabalhando duro no livro. Mas depois de vários experimentos, cheguei nesse processo bem simples, que acho possível inserir na minha rotina: riscar no papel, direto com pincel e nanquim, e depois colocando cor com aquarela. Gostei do resultado e eu levei menos de 1 hora para fazer. Está um pouquinho longe do que eu quero ainda (EU QUERO PINTAR COM ACRÍLICA E OLÉO!!), Mas Oxalá eu consiga repetir esse exercício simples nos próximos dias!

Se eu conseguir, sempre postarei aqui com algum textinho como esse. Assim também mantenho o blog atualizado! ♥

Na Kasbah de Skoura, segurando um camelinho de folha de palmeira

Segundo dia dirigindo pelas montanhas de Marrocos. Visitando kasbas, que são uma verdadeira viagem no tempo, contemplando toda essa arquitetura em terra de siena combinando com a cor das montanhas, pois a construção é feita com terra e argila do próprio local.

Tento focar no agora e praticar a atenção plena. Mas sou levada o tempo todo por torrentes de pensamentos de toda sorte, e muitas vezes ruins. Faz alguns dias que parei de postar quadrinhos diariamente… Por vários motivos, mas que posso resumir em 1: procuro um pouco de equilíbrio e paz na vida.

No entanto, não consigo parar de pensar no trabalho como um todo, claro. Apenas resolvi mudar o foco, mas continuo pensando constantemente no que eu acredito ser a vocação da minha vida. Queria mesmo tirar por um tempo isso da cabeça... Focar 100% naquilo que acontece agora por mais de 30 segundos, talvez. Mas preciso ser paciente comigo.

Esses dias tenho pensado e trabalhado bastante sobre minha nova campanha de financiamento coletivo, que lançarei em breve, de modo que estou um pouco entusiasmada com isso.

A viagem continua, talvez seja meu último mês em Marrocos. Quero aproveitar cada segundo, ou me deter apenas na parte do meu trabalho que não me deixe amargurada, negativa e distante do que realmente está acontecendo de importante nos meus dias. Escrever e desenhar sobre essa viagem é tudo o que quero fazer e tenho para oferecer agora. Espero que seja significativo!

Beijos, até logo.