• Renata Odorizzi da Silva

Updated: 18 de Jul de 2018

O piano por si só traz uma melodia linda e muito agradável aos ouvidos.

Se você é fã do instrumento por quê não utilizá-lo no seu casamento?

 

 

 

Sei que escolher a parte musical do casamento não é uma tarefa fácil para os noivos, por isso estou aqui para auxilia-los no que for preciso.

Quando chega o momento de decidir essa parte tão importante e marcante do evento, muitos casais se sentem inseguros e indecisos quanto à formação e o repertório a ser escolhido para fazer parte do momento mais importante de suas vidas.

Assim como o olfato que traz lembrança quando sentimos o cheiro sem nem mesmo ver ou tocar, não podemos nos esquecer que a música está ligada diretamente a um outro sentido tão importante quanto: a audição, aquele sentido que mexe com as emoções por meio das nossas memórias, onde mentalmente revivemos uma festa/um momento sem nem mesmo escutar um simples acorde.

A parte musical de um casamento precisa ser moldada ao gosto e perfil do casal.

Ela não precisa seguir o clássico como a orquestra e o coral. Ela pode ter um formato mais intimista, descontraído, charmoso e acolhedor, com formações de trio, quarteto, quinteto, sexteto e muito mais.

O piano é um instrumento musical harmônico, que combina muito bem com o violino, violoncelo, saxofone, percussão, flauta, entre outros.

Formações bastante comuns são com instrumentos de cordas que trazem um charme a mais, e para quem não quer uma trilha sonora apenas instrumental, o vocal pode ser um ótimo aliado na formação final e acaba sempre sendo uma ótima pedida para os casamentos.

 

 

 

#symphonyproducoesmusicais