Search

Se liga aí, a Professora Verônica fez uma belo comentário da prova do último dia 23/11, Língua Espanhola, segue o comentário;

Os temas abordados nos três textos presentes na prova de espanhol da UFRGS de 2020 mantiveram o padrão dos anos anteriores. Abordando temas pertinentes para o contexto Latino Americano, como os povos originários e afrodescentes, como previsto ao longo das nossas aulas.

A prova exigiu dos candidatos maior domínio da língua estrangeira, as questões de interpretação textual e tradução aumentaram e proporcionaram uma média mais baixa com relação ao último concurso. Como consequência, somente um candidato acertou todas as vinte e cinco questões da prova.

As questões específicas sobre conteúdos gramaticais diminuíram em relação aos concursos anteriores, foi exigido dos candidatos substituição e sentido das conjunções, referência de pronomes complemento, conjugações verbais e equivalência de pretéritos. Diante da análise da prova deste ano, a prova privilegiou aqueles que possuem mais vocabulário e não apenas conhecimentos acerca da gramática da língua. Média da Prova 10,9021 - Desvio Padrão da Prova 4,3200

O professor Lucas (@olatinista) fez uma bela descrição da prova acompanhe aí e fique sabendo mais!

A prova de Língua Portuguesa do Vestibular da UFRGS 2020 manteve o padrão apresentado na última edição, em 2019. Trabalhando com todos os chamados níveis de análise da língua, as questões abordaram noções de fonologia, morfologia, sintaxe e semântica, sem deixar de lado os exercícios de compreensão e interpretação textual.

 

A média provisória, que ainda não leva em consideração a nota da prova de redação, foi baixa se comparada a anos anteriores, marcando 12,3 pontos. Apenas três candidatos acertaram todas as vinte e cinco questões, o que reitera o nível de dificuldade do exame.

 

Saiu-se bem o candidato que possuía um bom domínio da estrutura da língua, além de conhecimento daquilo que chamamos de Nomenclatura Gramatical Brasileira - a nossa NGB. Era preciso dominar a terminologia da gramática do português, entender a função de um objeto direto, as características de uma voz passiva e o processo de formação dos advérbios de modo. Foi, portanto, uma prova completa como tem que ser, à altura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

O já conhecido e aclamado professor Marcelo Nunes (Marcelinho), mais uma vez, fez dos seus alunos, alunos do Certo Vestibulares, "os caras de maior número de acertos" na prova de Literatura, acompanhe aí os comentários da prova!

A prova de Literatura da UFRGS de 2020 teve uma sensível diminuição nas questões envolvendo as leituras obrigatórias. Em 2019, teve 23 questões; em 2020, 18. A média também baixou, indo para 10.58, visto que houve questões difíceis, além de uma sem resposta (do álbum Elis & Tom, que deve ser anulada) e outra com alternativa mal elaborada, também passível de anulação (da peça Hamlet). Apareceu pela segunda vez seguida um trecho de texto crítico de Antônio Candido, questões de compreensão de poemas, de movimentos literários e de obras clássicas, como Os sertões, Triste fim de Policarpo Quaresma e O cortiço. A UFRGS novamente colocou apenas os títulos dos poemas das leituras, o que exigia do vestibulando uma boa memória para lembrar, por exemplo, os 113 poemas da obra Bagagem. Enfim, a grande notícia é que a prova inseriu autores e textos fora das leituras obrigatórias, o que valoriza sempre a disciplina da Literatura. Ah, ninguém gabaritou. E apenas 3 acertaram 24 questões. E só 7 acertaram 23. Difícil, não?