Mais de 400 participantes, provenientes de vários pontos do país, é o saldo do 18.º Passeio Todo-o-Terreno – Motos e Quads, realizado a 12 de janeiro, em Alguber.

A “Aldeia TT” tornou a acolher uma das maiores concentrações de todo-o-terreno, que terá invariavelmente seguimento em 2021.

Cerca de 420 entusiastas percorreram perto de 120 km de trilhos mistos, deparando-se com vários obstáculos, ao longo do percurso, tendo uma vez mais sido salvaguardados trajetos alternativos para os menos audazes.

O tempo ajudou à concretização deste passeio, que segundo João Luís, presidente do grupo motard, representa já «uma grande volta de amigos que é, e será sempre, a família TT».

A organização voltou a assegurar mata-bicho, prova de licores, pequeno-almoço, reabastecimento, para além de banho e refeição quentes. Para o final, os promotores reservaram o tradicional convívio com direito a sorteio de brindes, a juntar a outros prémios de participação.

Para Telmo Santos, presidente da Junta de Freguesia de Alguber, trata-se de «um enorme orgulho» poder receber anualmente, na “Aldeia TT” de Alguber, uma moldura humana destas dimensões. O autarca destaca a “arte de bem receber” da comunidade local, bem como o empenho por parte dos quase 100 voluntários envolvidos, cuja dedicação e esmero se traduzem no sucesso anual do evento.

Os Falcões de Montejunto agradecem a patrocinadores, staff de apoio, população alguberense e instituições apoiantes, nomeadamente: Câmara Municipal do Cadaval, Junta de Freguesia de Alguber, Sociedade Desportiva e Recreativa de Alguber, Centro Social e Paroquial de Alguber, Agrupamento de Escuteiros 1007 de Alguber e Bombeiros Voluntários do Cadaval.

A organização deixa um especial agradecimento à legião de participantes desta 18.ª edição do passeio, prometendo um novo “mega-passeio” em 2021, considerado um dos mais participados em Portugal.

  • comercioenoticias

 

 

A Quinta das Acácias, em Rio Maior, vai receber na noite do próximo sábado, 25 de janeiro, a 2.ª Gala da Associação Empresarial do Concelho de Rio Maior (AECRM), evento que tem por objetivo reunir empresários, entidades públicas, famílias, amigos e cidadãos riomaiorenses, dando-lhes a oportunidade de compartilhar experiências.

Nesta 2.ª Gala a AECRM irá homenagear empresas e personalidades do concelho de Rio Maior, assim como apoiar uma instituição de cariz social, neste caso a Conferência São Vicente de Paulo, de Rio Maior.

AECRM, presidida por Sérgio Ferreira, convida todo o tecido empresarial do concelho de Rio Maior a estar presente nesta Gala, que foi um sucesso na sua 1.ª edição, contando com mais de 150 pessoas em representação de 110 empresas.

As inscrições deverão ser feitas através do email: aecrm.geral@gmail.com

  • comercioenoticias

 

 

Nos concelhos de Abrantes, Constância e Sardoal

O Núcleo de Produtores PROVE do Ribatejo Interior está a procurar novos agricultores para o integrar e compor, semanalmente, os cabazes com produtos hortofrutícolas.

Os novos produtores que se queiram juntar a este projeto, com quase 10 anos de implantação no Ribatejo Interior, têm de estar coletados nas Finanças, ter as suas explorações instaladas nos concelhos de Abrantes, Constância ou Sardoal e disponibilidade para todas as semanas garantir o fornecimento de vários produtos para comporem o cabaz.

O Núcleo PROVE do Ribatejo Interior entrega os cabazes com legumes, tubérculos, ervas aromáticas e frutas, semanalmente, às sextas-feiras, entre as 16h30 e as 19h30, no Centro Comercial Millenium, para cerca de 50 consumidores.

Os cabazes são compostos por hortofrutícolas da época, e variam entre os 10 e 6 euros, consoante a sua dimensão. O cabaz grande, de 7 a 9 quilos, é pensado para uma família de quatro elementos. Já o pequeno, de 5 a 7 quilos, é composto para servir famílias de dois elementos.

Integrar o Núcleo de Produtores PROVE permite aos agricultores terem mais uma oportunidade de escoarem a sua produção, complementando o seu rendimento familiar e podendo praticar o preço justo, sem intermediários, pelos seus hortofrutícolas. E, ainda, trocar experiências e conhecimentos com os outros agricultores.

Durante cerca de uma década, os produtores do PROVE já comercializaram mais de 15 mil cabazes de hortofrutícolas, que permitiram abastecer mais de 150 famílias de Abrantes, Constância e Sardoal, gerando uma faturação de cerca de 127 mil euros.

Para mais informações, contacte a TAGUS, pelo email tagus@tagus-ri.pt ou telefone 241 106 000.