- Reuniões de Comissões Parlamentares: ENVI e TRAN, marcadas pelo debate com a Comissária da Saúde, Stella Kyriakides, acerca do plano “Farm to Fork” e o “Plano Europeu de Combate ao Cancro” e com Secretários de Estado do Turismo dos Estados-Membros e a Organização Mundial do Turismo das Nações Unidas;

- Grupo de visitantes em Bruxelas, composto por órgãos de comunicação social madeirenses.


A prevenção do cancro e os fatores de risco modificáveis estiveram hoje em debate no Parlamento Europeu, num workshop promovido pelo Grupo de Trabalho em Saúde presidido por Sara Cerdas.


“Nesta sessão o Grupo de Trabalho em Saúde explorou os fatores de risco modificáveis no cancro e como estes podem ser prevenidos. O painel de especialistas presente, ao nível do cancro, trouxe-nos novas reflexões e permitiu uma troca de opiniões sobre a situação e os principais desafios, numa clara abertura do Parlamento à sociedade civil. Acima de tudo, o essencial é trazer para a Comissão de saúde do Parlamento Europeu a discussão sobre quais os fatores onde poderemos atuar para prevenir o maior número de casos de cancro e quais as estratégias que, enquanto deputados ao Parlamento Europeu, podemos legislar, sobre estas próprias matérias que são transversais, não apenas em relação à saúde, mas a muitos outros fatores de risco para sociedade”, afirmou Sara Cerdas que assume o compromisso de trazer à discussão as temáticas mais importantes em saúde.


A escolha do cancro como tema em debate pelo Grupo de Trabalho em Saúde sucedeu no seguimento da preparação do "Plano Europeu de Combate ao Cancro", que se encontra para consulta pública. Este primeiro workshop teve como objetivo contribuir para definir o plano e prioridades, identificar áreas fundamentais e explorar ações futuras.


O debate reuniu profissionais e instituições de saúde, investigadores e universidades, como Mike Morrissey, diretor da Organização Europeia do Cancro, e Joachim Schüz, chefe de seção para os assuntos de pesquisa no cancro da Organização Mundial de Saúde, entre outros convidados.


O "Plano Europeu de Combate ao Cancro", que será formalmente apresentado no final do ano e que é um compromisso da Comissão Europeia para esta legislatura, pretende apresentar uma estratégia de combate ao cancro e apoiar os Estados-Membros na melhoria do seu controlo e da prestação de cuidados. O cancro é a segunda causa de morte na União Europeia, apenas ultrapassada pelas doenças cardiovasculares, sendo que 30 a 50 por cento dos casos detetados podem ser prevenidos.


O Grupo de Trabalho em Saúde é uma estrutura associada à Comissão de Trabalho do Ambiente, da Saúde Pública e da Segurança Alimentar (ENVI), que acompanha e debate as temáticas de saúde europeias. Sara Cerdas, como presidente deste grupo, é responsável por planear e coordenar o trabalho do grupo, bem como gerir toda a sua conduta e os temas em discussão.

- Semana de Plenário em Estrasburgo;

- Reunião com os eurodeputados das RUPs;

- Concurso Europe Calling: inscrições abertas até ao dia 19 de fevereiro. Se estudas no ensino secundário da Madeira, sabe mais e participa aqui.