Por Florent Desidério


A retomada da construção civil em 2020 é um dos melhores indicadores de que a economia brasileira está reagindo. Juros baixos e controle da inflação tem influenciado no surgimento de novos empreendimentos e na geração de novos empregos. De acordo com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo, espera-se que o Produto Interno Bruto (PIB) da construção civil tenha um aumento de até 3% nos próximos 12 meses.


A reinvenção da construção civil


Nesse movimento, inúmeras inovações tecnológicas estão surgindo para suportar às demandas do setor, tanto nas fases de projeto e orçamento quanto na execução das obras. Aliás, a reinvenção da construção civil foi o tema da Construtech Conference 2020, realizada em São Paulo no dia 12 de fevereiro.

Entre os temas abordados no evento, destaque para a implementação do Building Information Modeling (BIM) no mercado brasileiro. Uma metodologia de projeto e execução orquestrada, integrando arquitetura e engenharia que, inclusive, ganhou destaque mundial nos últimos dias ao ser aplicada na construção do hospital na cidade chinesa de Wuhan, para atender a epidemia do coronavírus.


Outro destaque, foi o avanço da utilização da Realidade Aumentada e Virtual (RA/RV) como apoio à divulgação e vendas de empreendimentos imobiliários. A experiência de caminhar pelo imóvel ainda em projeto, ou então, escolher e distribuir móveis e objetos de decoração, promovida por esta tecnologia, tem sido o grande trunfo das construtoras e incorporadoras no momento de fechar negócios.


Plataforma MAI no Demo Day Construtech


Paralelo a conferência aconteceu o Demo Day Construtech, local destinado às startups apresentarem suas soluções tecnológicas aos participantes do evento. A Membran-i esteve presente neste espaço demonstrando a plataforma MAI e os benefícios que a negociação em rede assistida pela Inteligência Artificial pode proporcionar para uma gestão mais eficiente e estratégica das compras na construção civil.


A solução foi muito bem avaliada pelos visitantes, que identificaram o quanto a automação do processo, a capacidade de analisar inúmeras opções de fornecimento e a redução de preços na aquisição dos produtos e serviços, proporcionados pela economia de escala obtida através da plataforma MAI, podem trazer de receita adicional para suas empresas.


Não esteve no evento e quer saber como podemos apoiar a gestão das compras da sua construtora ou incorporadora? Acesse o nosso site e confira.


MAI, unificando e simplificando as negociações b2b


#ai #inteligenciaartificial #negociacao #tecnologia #empreendedorismo #supplychain #globalsourcing #saas #procurement #industria40 #negociacaoestrategica #plataformadigital #construtechconference #construtech #startse

Por Florent Desidério

A gestão de compras e estoque de uma empresa pode ser centralizada, descentralizada ou híbrida. A estratégia depende do setor de atuação e do porte de cada uma, mas, sobretudo, a tomada de decisão do local de entrega das demandas de compras está atrelada à redução de custos, qualidade e aspectos operacionais. Antes de trazer à tona este assunto tão importante para a cadeia de suprimentos, é interessante fazer um paralelo com algumas soluções que estão em evidência hoje em dia.


Até pouco tempo atrás, era viável pegar um táxi em pontos próprios ou pedí-lo por telefone em um central de atendimento, dirigir carros apenas por vias principais ou usar o transporte público para chegar a tempo em um compromisso. Porém, hoje com os diversos aplicativos de mobilidade urbana como Waze, Google Maps, Uber, 99 ou Moovit, isso tudo mudou. As plataformas digitais usando big data e inteligência artificial aumentaram a capacidade de monitoramento, mostrando qual é o caminho mais rápido para chegar ao seu destino ou então, quando um veículo vai chegar no seu ponto de embarque.


Diante dessa realidade tecnológica, as empresas também estão repensando as suas cadeias de suprimentos e adotando estratégias de logística mais adequadas e eficientes. A gestão de estoque centralizada, comum aos centros de distribuição, cooperativas de compras e outros clubes, está sendo reavaliada e novas soluções tecnológicas introduzidas nos processos, permitindo otimizar os recursos de produção, fazer a gestão de estoque e viabilizar um melhor aproveitamento da malha de distribuição.


Gestão de compras centralizadas


Por outro lado, independente de qual for a estratégia de logística adotada, quanto mais centralizados forem os processos de compra de uma empresa, melhores serão suas negociações de preço e demais condições comerciais. Ciente disso e com base na inteligência artificial proprietária, a plataforma MAI vem atuando nessa frente, promovendo resultados incríveis (savings de até 37%) e o full compliance em todo o processo de negociação.

A plataforma MAI e a tecnologia proprietária AIN²

permitem que as empresas consolidem suas compras em uma única negociação,

garantindo as melhores condições de compra e viabilizando

a entrega em mais de um endereço

Ao centralizar as compras na MAI, a empresa estrutura suas demandas com as demais empresas da plataforma e negocia em tempo real com diversos fornecedores, proporcionando economia de escala e ganhos de produtividade. Tudo isso de uma forma simples e automatizada, graças à tecnologia AIN².


Dessa forma, a plataforma MAI desonera processos internos de distribuição de mercadorias e proporciona o melhor match entre demandas e ofertas, tornando mais estratégicos e eficientes os processos de compras.


Quer saber como a MAI funciona na prática? Acesse aqui um diagnóstico e insira esta novidade em sua área de compras.


MAI, unificando e simplificando as negociações b2b


#ai #inteligenciaartificial #negociacao #tecnologia #empreendedorismo #supplychain #globalsourcing #saas #procurement #industria40 #negociacaoestrategica #plataformadigital

Por Marcio Pereira

Como ocorre em diversos setores do mercado mundial, a tecnologia é o pulsante colaborador na hora da elaboração, desenvolvimento e gestão de projetos focados em construção civil. Vista como uma delicada e grande engrenagem, o uso das tecnologias proporciona aos empreendimentos mais eficiência nos processos das obras. A implementação de soluções e inovação tecnológica garante, entre os benefícios existentes, a redução de custos operacionais e de negócios, tanto para as construtoras como para o cliente final.


De acordo com a Câmara Brasileira da Indústria e Construção, espera-se para 2020 um crescimento de até 3% no setor, consolidando na geração de aproximadamente 150 mil empregos no Brasil. Com essa expectativa, os investimentos em inovação na construção civil serão os alicerces para atender à demanda com qualidade e prazos.


Construtech Conference 2020


Para debater o atual cenário brasileiro e apresentar novidades tecnológicas que auxiliam na construção civil, profissionais do setor e empresas estarão presentes na Construtech Conference 2020, que ocorre em São Paulo, dia 12 de fevereiro. Sob o tema “A Reinvenção Da Construção Civil”, o evento traz as últimas novidades tecnológicas para o setor, além da apresentação de cases e estratégias de gestão, que resultam em agilidade e custo/benefício na implementação dos projetos de empreendimentos ou de infraestrutura.


Durante a elaboração de projetos para a construção civil, o departamento de compras e contratação de serviços é um dos principais desafios para as empreiteiras e construtoras. Desde o primeiro rascunho de um projeto, as obras encabeçam em sua planilhas os gastos com equipamentos, acessórios e mão-de-obra qualificada. Tudo focado na eficiência e qualidade nos serviços prestados.


A Membran-i apresenta na Construtech Conference 2020 a solução MAI, uma plataforma SaaS de negociação B2B em rede, que utiliza Inteligência Artificial Proprietária para a realização dos processos de compra de produtos e serviços. A tecnologia estrutura as ofertas e as demandas de mercado, de acordo com a necessidade específica dos processos de compras, realizando negociações online em tempo real entre comprador e fornecedor. Tudo com total sigilo e segurança da informação.


O uso da Inteligência Artificial na construção civil


O uso da Inteligência Artificial (IA) para o departamento de compras, com foco na construção civil, tornou-se uma parceira essencial para as obras. A solução otimiza os processos de compra, obtendo uma redução de custos operacionais superiores a 75%.


A inovação está além da criação de tecnologias sofisticadas. Ela também Inclui adaptações relativamente simples no cotidiano profissional das pessoas, com o incremento criativo de processos e rotinas já existentes em escritórios, indústrias, assim como nos canteiros de obra.


Prepare-se para projetos de construção civil com eficiência e a custos operacionais reduzidos. A solução de Inteligência Artificial da Membran-i, em exposição na Construtech Conference 2020, mostrará o caminho das pedras, por meio do uso da inovação tecnológica.


MAI, unificando e simplificando as negociações b2b


#ai #inteligenciaartificial #negociacao #tecnologia #empreendedorismo #supplychain #globalsourcing #saas #procurement #industria40 #negociacaoestrategica #plataformadigital #construtechconference #construtech #startse