• Ytauana Lima

Inaugurações e rituais

Não sei bem de onde vem isso, mas eu tenho um caso sério de amor com rituais (invejosos dirão que tá mais pra TOC :p).

Sim, vem em parte das festas memoráveis que tínhamos na minha família enquanto eu crescia e em parte da sídrome da irmã do meio que fica pelo limbo e se apega às possibilidades de momentos especiais. Mas não dá pra simplicar tanto assim, pq esse amor é daqueles extremos mesmo.

Coisas pequenas, como a primeira vez que eu vou usar um lençol ou a primeira refeição que vou fazer em uma viagem ou mesmo a primeira roupa que vou usar num trabalho novo. Tudo é pensado de maneira ritualística e com um certo excesso. E claro, o mesmo vale pra esse bloguinho lindeza.

E isso às vezes faz as coisas rendeeeerem demais. Deixo de fazer várias comidinhas pq "não é com essa que quero inaugurar a panela" ou postergo a publicação de várias receitas legais pq aquela que eu quero que seja a primeira ainda não tem uma foto legal pra ir junto.

Mas 2019 chegou aí e eu me atribui um novo mantra: melhor feito que perfeito, melhor feito que perfeito, melhor feito que perfeito. Então, sem mais delongas (depois dessas muitas delongas), com vocês:

Piadina e antepasto de pimentãoPiadina e antepasto de pimentão

A piadina da salvação

Eu conheci a piadina lá em 2013, no livro de Rita Lobo. Eu ainda tava bem no comecinho do processo de cortar carnes da minha alimentação, mas ainda assim achava muito chato ter que usar leite no preparo - então eu sempre acabava fazendo com água mesmo :p.

A bonitinha é um pão italiano, original da região de Emilia Romagna - a região com mais tradições culinárias internacionalmente conhecidas do mundo (ou assim me parece). E é o pãozinho mais fácil que há. Não precisa descansar, a sova é de somente três minutos e você ainda pode congelar. Além disso, não usa fermento biológico (que é mais difícil das pessoas terem em casa) e é assada em uma frigideira pesada na chama do fogão mesmo. A massinha é uma delícia de trabalhar e é muito coringa: você pode comer com um antepasto, com tomate e rúcula, geléias ou até pura - como ela é feita com azeite, tem um sabor maravilhoso. Também já usei como base pra pizza rápida hehehe Minha versão leva um pouco de extrato de soja/leite de soja em pó, mas você pode deixar de fora. Essa da foto foi feita com farinha branca, mas você pode usar metade branca e metade integral que também dá certo ;)

À receita!

Ingredientes (rende 6 piadinas pequenas/médias)

  • 1 xc de farinha de trigo

  • 1/2 cc de sal

  • 1/2 cc de fermento químico

  • 1 cs de extrato de soja/leite de soja (opcional)

  • 1 cs de azeite

  • 100 ml de água

Massa de piadinaMassa de piadina

Como fazer

  1. Numa tigela coloca os quatro primeiros itens e mexe pra misturar. Coloca o azeite no meio da tigela e vai incorporando à farinha aos poucos, com as pontas dos dedos. Fica parecendo uma farofinha fina.

  2. Coloca a água aos poucos e vai juntando com a farinha, até formar uma bola. Hora de passar pra uma superfície lisa (bancada, pedra de mármora, tábua de cortar grande) enfarinhada e sovar por três minutinhos - coloca uma música pra tocar ;)

  3. Quando terminar de sovar, faz uma cobrinha e corta em seis partes. Faz uma bolinha com cada parte e cobre com um pano um pouco úmido pra não ressecar (eu uso uma toca descartável pq tenho aqui na cozinha. Molho e espremo bem e cubro as bolinhas com esse chapéuzinho).

  4. Coloca uma frigideira de ferro (ou uma bem pesada) pra esquentar.

  5. Abra uma bolinha até ela ficar com mais ou menos 15cm de diâmetro. Quando a frigideira estiver bem quente, coloca a piadina e faz vários furinhos nela com um garfo.

  6. Quando ela mudar um pouco a cor, estiver mais "seca" em cima e com pintinhas escuras em baixo (demora uns dois minutinhos), vira e deixa ela pegar cor do outro lado. Agora é só repetir com as outras cinco e ser feliz!

  7. p.s.: coloca um paninho seco em cima das piadinas que forem ficando prontas pra manter elas quentinhas.

Massa de piadinaMassa de piadina

Não é lindinha demais?

Pra congelar, só guardar as bolinhas em vasilha bem fechada e tirar umas meia hora antes quando quiser usar. Fazia séculos que eu não fazia piadina e foi um momento bem feliz perceber o quanto o processo é cada vez mais simples e se mantém na nossa memória, fluindo tão por conta própria.

Façam e me digam o que acharam!

Piadina na frigideiraPiadina na frigideira