Saiba o que muda com a concessão privada dos serviços no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (GO), declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco em 2001, passará a ser administrado pelo consórcio Sociparque, da empresa Socicam, a partir do segundo semestre de 2019 e pelos próximos 20 anos. O parque que sempre teve entrada gratuita agora cobrará aos visitantes que quiserem desfrutar da exuberante natureza do local.

O visitante que quiser conhecer as belezas naturais terá que pagar um ingresso: R$ 17,00 para brasileiros; R$ 25,00 para residentes do Mercosul, R$ 3,00 para moradores de áreas próximas ao parque e R$ 33 para estrangeiros.

O contrato de prestação de serviços foi assinado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), atual responsável pelo parque, e pelo consórcio Sociparques, formado pelas empresas Parquetur Participações S.A e Socicam Terminais Rodoviários e Representações, que venceu a licitação. A concessão será por um período de 20 anos.

O consórcio tem um prazo de 12 meses para promover melhorias relacionadas à organização da visitação no local. A Socicam informou, em nota, que entre as principais intervenções previstas estão "as reformas do Centro de Visitantes e da administração, instalação de sanitários, melhoria da infraestrutura na área reservada para camping e quiosque de alimentação".

Segundo anunciado pelo Diário Oficial da União, a Sociparque terá que investir R$ 2,2 milhões para incrementar as condições de visitação do local, conservar trilhas e manter a sinalização, além de ficar responsável por reformar o alojamento dos brigadistas e pesquisadores. Em troca, poderá explorar serviços de recepção de visitantes, venda de ingressos, alimentação, loja de conveniência, espaços de acampamento e translado.