• Sara Barbot

5 maneiras de estimular o desenvolvimento do seu filho brincando com ele.

O brincar é uma parte fundamental da vida dos nossos filhos contribuindo significativamente para o seu desenvolvimento emocional e psicomotor e, portanto, para a sua felicidade e bem-estar. Estes momentos são ainda mais importantes quando possibilitam momentos prazerosos de envolvimento emocional com os pais. Mas como brincar de forma a garantir uma estimulação adequada? Se tem filhos pequenos (9m aos 20m) veja as 5 atividades lúdicas que mais promovem o desenvolvimento do seu filho.

1. Cante canções infantis

Verifique quais as canções infantis que o seu filho mais gosta e cante com ele. Procure que o seu filho se envolva através da imitação da mímica das canções bem como o terminar das mesmas com a omissão do último som, silaba ou palavra (consoante o nível de linguagem oral). As canções deverão ser do seu agrado e curtas para que ele as consiga acompanhar.

2. Explore livros infantis

Os livros desempenham um papel fundamental na manutenção da atenção, relação e desenvolvimento da linguagem. Escolha livros de imagens com texturas e cores fortes. Chame a atenção para algum elemento através de expressão de surpresa e com auxílio do respetivo som (ex.: cão – au au). Aguarde um sinal comunicativo. Procure não fazer perguntas e seja tão expressivo quanto possível.

3. Sopre bolas de sabão

As crianças pequenas tendem a procurar atividades que as estimule visualmente, fazendo das clássicas bolas de sabão um jogo por excelência de envolvimento e prazer. Note se o seu filho aprecia este jogo e aproveite para criar ciclos de comunicação e tomada de vez.

Pause a atividade ou use o “1,2 e … 3” e espere pela iniciativa do seu filho para pedir mais. Pode ser através da aproximação da palavra “três”, ou apenas o contacto ocular com adulto ou qualquer outro sinal comunicativo que lhe pareça intencional.

4. Realize actividades sensório-motoras

As actividades sensório-motoras são atividades que geralmente a criança pequena adere bem uma vez que vão de encontro às suas necessidades sensoriais e à forma como explora o mundo que o rodeia. Desafie o seu filho para jogos como o “Cu-cu”, o “Onde está?”, as “Caçadinhas”, o “Salta, salta” com a bola de pilates, e procure promover ciclos de comunicação. Lembre-se que uma criança que se movimenta enquanto explora curiosamente o meio é uma criança saudável. Reserve energia para acompanhar esta fase.

5. Brinque ao faz-de-conta

De acordo com a idade do seu filho e o seu interesse, vá progressivamente estimulando o jogo simbólico. Ao contrário do que por vezes se possa pensar, na verdade momentos de jogo simbólico livre contribuem significativamente para o desenvolvimento de inúmeras competências sociais, emocionais e cognitivas. Assim, dê as boas-vindas a brinquedos como carros, bonecos, utensílios do dia-a-dia de cozinha, casa, casa-de-banho, ferramentas etc.

E lembre-se em caso de dúvida procure a certeza!