Projeto de lei propõe capoeira como atividade extracurricular nas escolas de Campina Grande do Sul


A proposta foi feita por um vereador e tem como intuito reconhecer a capoeira como parte da cultura afro-brasileira dentro das instituições de ensino do município

Um projeto de lei que reconhece a capoeira como atividade extracurricular dentro das escolas municipais de Campina Grande do Sul, foi proposto pelo vereador e presidente do legislativo Sérgio Cavagni (PR) e está em análise nas comissões da Câmara dos Vereadores do município.

A proposta tem como finalidade reconhecer a capoeira e suas manifestações como parte da cultura afro-brasileira em conjunto com o ensino nas escolas locais, sendo a atividade desenvolvida no contraturno das aulas.


Normalmente, o período de análise por comissão é de trinta dias. No caso do projeto em questão, é previsto que em agosto ele seja colocado em pauta para votação. Se aprovado e, então, sancionado pelo prefeito do município, a Secretaria de Educação de Campina Grande do Sul junto com as escolas deverá decidir sobre a adoção da atividade, e como a mesma se desenvolverá com os alunos.

Para garantir o objetivo do projeto, caso seja aprovado, oficinas ou distribuição de materiais que divulguem informações sobre a capoeira, também poderão ser utilizados dentro das escolas do município.

Os vereadores no entanto estão em recesso parlamentar, período em que todas as atividades regimentais do legislativo ficam suspensas. Os trabalhos e sessões voltam em agosto.

(Foto: Internet)