• comercioenoticias

RIO MAIOR JÁ TEM UM CLUBE UNESCO

 

 

Prevista está a construção do Museu Mineiro de Rio Maior

A Biblioteca Municipal de Rio Maior foi palco, no passado sábado, 23 de novembro, da assinatura do protocolo de constituição do Clube UNESCO para o Património Cultural, em Rio Maior, numa cerimónia conduzida pela Presidente da Mesa da Assembleia Geral da EICEL1920, Manuela Fialho.

Este protocolo, assinado pelo Presidente da EICEL1920, Associação para a Defesa do Património, Nuno Rocha, e pela Comissão Nacional da UNESCO integra-se na construção de um Museu Mineiro, a instalar na antiga secção de trituração da fábrica de briquetes da Mina do Espadanal, na Av. Mário Soares, em Rio Maior.

Com este protocolo Rio Maior torna-se assim o 63.º membro da rede nacional dos Clubes UNESCO. O primeiro Clube UNESCO surgiu no Japão em 1947. Em 1989 foi a vez de ser criado o primeiro Clube em Portugal, no Porto. Os membros desta rede mundial estão comprometidos com o diálogo entre os povos e a promoção dos Direitos Humanos, procurando contribuir para a formação cívica dos cidadãos e funcionar como uma escola de tolerância.

Os Clubes UNESCO significam um reconhecimento das entidades aderentes enquanto representantes locais do maior organismo mundial dedicado à salvaguarda do Património Cultural.

Presentes nesta cerimónia estiveram também o Vice-Presidente da EICEL 1920, António Moreira, a Deputada da Assembleia da República, Isaura Morais, o Vereador da Câmara Municipal de Rio Maior, Daniel Pinto, e o representante da Junta de Freguesia de Rio Maior, Carlos Salgado, entre outras individualidades.

Após a sessão solene seguiu-se um momento musical protagonizado pelo Grupo Coral CantoRio, são qual se seguiu um Porto de Honra.

 

 

 

 

 

245 views